Apesar de reconhecerem a superioridade técnica, muitos administradores se veem em uma situação delicada quando alguém sugere um projeto de iluminação LED para condomínios e estacionamentos.

Momentos de hesitação como esse podem ser evitados ao ter conhecimento de algumas informações cruciais. O primeiro aspecto levado em consideração nessa questão é o custo-benefício de contar com uma iluminação LED. Por ter sua instalação mais cara do que as outras opções, o recomendado é sempre fazer um “cálculo de payback” levando em conta as determinações técnicas de cada situação. De modo geral, o investimento costuma se tornar atraente a partir do terceiro ano de uso, sendo que durabilidade esperada é por volta de 15 anos.

Há, porém, um segundo aspecto que é extremamente importante em todo projeto luminotécnico, mas quando se refere à iluminação de condomínios e estacionamentos, é ainda mais relevante: a qualidade da iluminação. Por se tratar de amplos espaços que normalmente apresentam grande circulação de pessoas, a iluminação adequada não é apenas uma questão de economia, mas de segurança.

Conceitos fundamentais

Assim como em ambientes internos, projetos de iluminação de estacionamentos e condomínios também precisam respeitar rígidas normas em relação à iluminância. O valor mínimo de lux é estipulado para cada situação levando em conta a atividade no local e questões estruturais, como interferências construtivas e paisagísticas. Em linhas gerais, a distribuição da luz deve ser uniforme e garantir qualidade visual dos usuários. Quando a iluminação excede os valores recomendados, pode causar desconforto ao usuário comprometendo a acuidade visual através do ofuscamento da visão.

Outro tópico primordial relacionado ao à gestão luminotécnica incorreta é o aparecimento de áreas de contraste. Em ambientes externos como praças, estacionamentos e até condomínios, uma diferença de luminosidade gera espaços de sombreamento que podem comprometer a segurança dos usuários. O ideal é que esse nível de contraste fique bem ajustado, ou seja, o menor possível, permitindo uma visibilidade plena do ambiente.

A iluminação correta é fundamental para a segurança, principalmente durante a chuva

A iluminação correta é fundamental para a segurança, principalmente durante a chuva


A relação entre a altura e inclinação das luminárias também precisa ser bem observada para que, mais uma vez, não gere um ofuscamento na visão. Em um estacionamento, por exemplo, esse tipo de problema pode resultar em sérios acidentes. Para pátios de estacionamento é comum o uso de postes setorizados cobrindo grandes áreas, assim normalmente são usadas luminárias tipo Street Light, assim para que a área de emissão da luz não seja tão perceptível e possa causar o desconforto, recomendamos inclinação máxima da luminária de 15°, assim diminuindo o ângulo de visão que possa gerar desconforto ao condutor.

A utilização do LED também apresenta pontos positivos em relação à questões ambientais. Além da não utilização de gases e nem metais pesados como mercúrio na geração de luz, como muitas das opções utilizadas no mercado, atualmente sua capacidade de iluminação possibilita uma diminuição da poluição visual, melhorando inclusive a visibilidade do céu noturno.

Esses são apenas alguns aspectos básicos para a concepção de um projeto de iluminação LED para condomínios e estacionamentos. Por isso, é fundamental contar com equipamentos que permitam uma boa adaptação à realidade local. Nesse sentido, um destaque são as luminárias LED Square Eco, ideais para a substituição de lâmpadas de descarga de alta pressão como de vapores metálicos, sódio e mercúrio.

Indicadas para vias, parques e áreas de transição, essa luminária tem na tecnologia LED a garantia de um fluxo luminoso otimizado permitindo que, em alguns casos, seja possível a substituição de uma luminária de 400W por uma opção de 100W, gerando uma redução de quase 80% de consumo.

É importante ressaltar que para um melhor aproveitamento do projeto luminotécnico ele deve ser definido antes da infraestrutura de elétrica. Por ter um melhor aproveitamento luminoso, equipamentos em LED podem até diminuir a necessidade de alguns postes. Uma vez que a infraestrutura já esteja instalada, essa vantagem acaba não se tornando viável. Por isso, antes de definir as questões estruturais e os equipamentos necessários, é fundamental contar com a supervisão de um projetista especializado em iluminação.

Compartilhe

Compartilhe nas mídias sociais!